quinta-feira, 25 de maio de 2017

Bolsa de Valores: Volatilidade do mercado de ações

 Nas Ações você sobe de escada e desce de elevador, me debaterei sobre a volatilidade da bolsa de valores e como a bolsa é rápida a cair e lenta a subir, mostrarei isso com um  exemplo prático de 2017


A Volatilidade da Bolsa de Valores

 

 O Ibovespa tem uma volatilidade anualizada a volta de  22%, que é bastante grande, por isso que nem toda a gente tem estômago para a bolsa de valores, ela pode cair muito rápido, num dia  você está virtualmente com boa rentabilidade, no dia seguinte passa a  ter virtualmente um bom prejuízo.




Nas Ações você sobe de escada e desce de elevador

 

 Vejamos um exemplo desse ano 2017, desde Janeiro ate metade de Maio o IBOVESPA subiu perto de 15% um ótima rentabilidade, em cada mês bolsa subiu um pouquinho em Janeiro subiu cerca de 8,8% depois em Fevereiro subiu perto de 3,30%, em Março desceu cerca de 2,65% desde Abril ate 15 de Maio subiu 5%, fazendo um total de quase 15% no ano.

 Como vimos a subida nas Ações são graduais como se fosse uma escada em que vamos subindo devagar até chegar ao topo. Esse topo é difícil de conquistar e lento demorando bastante tempo. 

 Já nas quedas das ações é bem rápido,  no dia 18 de Maio a Bolsa teve um Circuit Breaker, em que a Bolsa Brasileira caiu mais de 10% levando ao encerramento das negociações durante 30 minutos.

O que demorou 4 meses e meio a chegar ao 15% em um algumas horas do dia perdeu 10% ficando em 5%, neste caso é preciso ter estômago para ver  a rentabilidade acumulada de vários meses  positiva, cair num único dia, é preciso lembrar sempre que o prejuízo é virtual você só perde quando efetiva a venda.




Conclusão

 

  No mundo das ações o crescimento da riqueza, através do aumento do patrimônio, é bem lenta é gradual como se fosse subir uma escada, demora vários anos ate se conseguir chegar no objetivo da independência financeira.

 Já as quedas são bem rápidas e fortes, como uma descida de elevador, há dias em que a bolsa cai 10%, nesses dias é preciso ter estômago para não sair vendendo, e aguentar a pancada, e lembrar sempre o objetivo é longo prazo, e você só tem prejuízo real se efetuar a venda, se não vender o prejuízo é  apenas virtual.

 Ser investidor de longo prazo é estar preparado para subir longa escada da riqueza e ter estômago aguentar as quedas de elevador sem vender, para ficar mais perto do caminho do sucesso.









Aviso: Este blog é um lugar onde eu partilho a minha opinião e minha visão do mercado, os exemplos que aqui expostos são apenas didáticos e ilustrativos, este blog não recomenda ninguém a comprar/vender/manter Ações, Fundos Imobiliários, ou qualquer outro produto financeiro, a decisão e a responsabilidade do investimento é sua, deverá estudar e  aprender máximo de educação financeira para tomar boas escolhas.



Blog Widget by LinkWithin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...