segunda-feira, 11 de junho de 2018

Bolsa de valores: 4 passos a fazer antes de investir em ações

As ações são um dos melhores investimentos para longo prazo. Com eles é possível ter uma boa aposentadoria antecipada ou sua independência financeira (é quando a renda dos seus investimentos cobre todas as suas despesas). Mas, para aplicar em ações, é necessário ter um bom planejamento do investimento e já ter realizado quatro passos preparatórias e fundamentais, dos quais falarei a seguir.



1ºPasso: Organizar suas finanças pessoais, para sobrar dinheiro todos os meses

 

 

O primeiro passo para se investir em ações é organizar as suas finanças. Isso é possível fazendo um orçamento mensal para controlar as suas despesas.

Ao fazermos  esse orçamento é importante que as suas receitas (salário mais renda extra, caso exista) sejam maiores do que as suas despesas, para fazer sobrar dinheiro todos os meses,para poder ir sempre adquirindo mais ações, aumentando progressivamente sua participação nas empresas. Com isso, você receberá cada vez mais dividendos, desencadeando o conhecido efeito "bola de neve".

Sem este passo não poderemos investir, pois sem dinheiro não há investimento.







2ºPasso: Acabar com as dívidas  (caso existam)




Cerca de 60% dos brasileiros  tem alguma dívida. Muitas vezes, as pessoas contraem dívidas a juros altíssimos. Esses juros são sempre maiores do que o que você receberia em rendimento se tivesse investido o mesmo valor da dívida em ações. 

Então, antes de você investir, é preciso quitar as dívidas, para que não consumam o dinheiro do seu investimento.






3ªPasso: Fazer sua reserva de emergência

 

O próximo passo,  para quem não tem dívidas, é ter uma reserva de emergência. Essa reserva deverá ter o valor de 3 a 12 meses das suas despesas mensais. Por exemplo: 3 meses para quem é funcionário público, 6 meses para quem trabalha como CLT e 12 meses para quem é empreendedor. 

Esse dinheiro deverá ficar em renda fixa com baixa volatilidade e liquidez diária, como o Tesouro Selic, CDB com liquidez diária e boa rentabilidade, um Fundo DI de boa rentabilidade, liquidez diária e baixa taxa de administração.




A reserva de emergência tem como função lhe proporcionar segurança, ao lhe dar cobertura diante de um imprevisto grave como, por exemplo, uma avaria no carro, um problema de saúde, uma perda de emprego, dentre outros. 

É importante ter um dinheiro disponível para socorrê-lo na necessidade sem que se precise recorrer a uma empréstimo e posteriormente pagá-lo com juros exorbitantes.





4ºPasso: Estudar as empresas que se vai investir

 

Investir em renda variável é um tanto mais complexo do que investir em renda fixa.

O investimento na bolsa de valores em ações requer muito estudo. É preciso muito leitura, acompanhamento do mercado de ações e controle emocional para não agir com impulsividade.

Quando se trata de investir em ações, o melhor aliado do investidor é o seu conhecimento. Assim sendo, sugiro-lhe entrar no site de relação com investidores ou então  da Bovespa (B3) para ver os balanços das empresas, saber quais são os seus lucros, com está a sua dívida, sua geração de caixa, como anda suas margens, sua rentabilidade, como são perspectivas futuras do setor e da empresa, como é a sua gestão, etc.




Em síntese, é indispensável um conhecimento profundo da saúde financeira da empresa na qual você quer aplicar o seu dinheiro.

Para quem tem muito conhecimento, como é o caso de Luiz Barsi e Warren Buffett, o melhor investimento de longo prazo são as ações, desde que o investidor seja aplicado no estudo e acompanhamento deste mercado.




Resumo: 4 passos a fazer antes de investir em ações

 

  1. Organizar suas finanças pessoais, para sobrar dinheiro todos os meses
  2. Acabar com as dívidas (caso existam)
  3. Fazer sua reserva de emergência
  4. Estudar as empresas em que se vai investir

Segundo estes passos você aumenta muito a chance de ter sucesso no investimento em ações no longo prazo.


Se você já investe em ações, comenta embaixo. 

Compartilha  este post para mais gente conhecer o mundo das ações! 

Blog Widget by LinkWithin

8 comentários:

  1. Oi DIL, eu acrescentaria à lista o controle de custos de corretagem e a tomada de consciência de que RV traz oscilação no percurso dos investimentos. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá Dono da Mascada, obrigado pelo comentário.

    É verdade os dois aspectos que mencionou são muito importantes no investimento em ações. Seu comentário complementou bem a postagem.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns DIL pelo post. Muito bom para quem está começando.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Olá Cowboy Investidor, obrigado pelo comentário.

    Fico contente em ajudar.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Dil, uma curiosidade, por você ser cidadão português, poderia falar como funciona o mercado financeiro lá? cotação, fundos de investimento e etc?

    ResponderExcluir
  6. Olá Stifler, obrigado pelo comentário.

    Sim sou português. As condições de investimento em Portugal (renda fixa e ações, fundos imobiliários), não são tão interessantes quanto as do Brasil.

    Em breve farei um post, compartilhando com vocês mais detalhes sobre esse assunto.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  7. DIL, quem aplicar as suas dicas com aportes regulares, certamente, será recompensado pelo mercado.
    Desde já te convido a compartilhar o post no grupo do face "Investidores e seus blogs".
    Sua participação vai enriquecer a nossa experiência.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Olá Papai na bolsa, obrigado pelo comentário.

    Concordo com você. Aportes regulares são fundamentais.

    Irei compartilhar o post no grupo, valeu a força!

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...