quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Ações: Estratégia de Graham para gerenciar a carteira e ganhar dinheiro!

Ações: Estratégia de Graham para gerenciar a carteira e ganhar dinheiro! Uma das maiores dificuldades dos investidores é gerenciar a sua carteira de investimento.  Porém, existe uma método simples de Benjamin Graham explicado no livro O Investidor Inteligente, capaz de gerar riqueza ao investidor no longo prazo. Você gostaria de conhecer esse método? Então veja este post!


Os investidores geralmente tem dificuldade em gerenciar a sua carteira,  de saber quando devem comprar, quando devem vender parte das suas ações.

Benjamin Graham no seu livro  O Investidor Inteligente (um dos melhores livros sobre investimento em ações), tem uma parte que fala sobre gerenciamento de carteira de investimentos e explica um método simples de comprar uma grande quantidade de ações "baratas" com boa margem de segurança (abaixo do seu valor intrínseco) e vender uma boa quantidade "caras" (acima do seu valor intrínseco).





Estratégia de Gerenciamento da carteira  de Benjamin Graham

 


A estrategia é bem simples, porém muito eficaz no longo prazo.

O primeiro passo é escolher boas empresas, bem administradas, com bom histórico de lucro,  boas margens, boa rentabilidade, boa geração de caixa, baixa divida.

O segundo passo é começar a sua carteira de investimento com 50% em ações e 50% em renda fixa. 

Para ficar mais simples a explicação, vou dividir em 3 cenários e mostrar como vai ficar a carteira de investimento em cada um deles.






1º Cenário: Mercado andando de lado 


Quando o mercado anda de lado, você deve manter a percentagem de 50% em ações e 50% em renda fixa, um mês você aporta em ações e no mês seguinte em renda fixa. Vai fazendo aportes alternados nos dois, para manter a percentagem. Uma vez que está é uma situação neutra.



2º Cenário: Mercado de ações em alta (forte crescimento)

 

Aqui, o investidor irá vender gradualmente suas ações, de maneira a realizar o lucro e a reduzir sua posição em ações, até ficar com 25% em ações e  75% em renda fixa.

Ele aconselha a fazer isso, uma vez que quando o mercado sobe muito, o preço das ações sobe acima do valor intrínseco. As ações começam a ficar num valor alto demais. O mercado de ações começa a ficar perigoso.

Outra vantagem, é que quando acontecer o crash  como aconteceu em 2008, você terá 25% em ações e 75% em renda fixa, para aproveitar a grande queda, para comprar uma grande quantidade de ações, abaixo do seu valor intrínseco.  

Nunca se deve reduzir as ações a menos do que 25%, uma vez que não se sabe quando o ciclo de alta vai durar, assim você também ganha com o ciclo de alta.

No ciclo de alta, os aportes devem ser feitos em renda fixa. Uma vez que, não há ações com um preço abaixo do seu valor intrínseco para comprar.

Escolha uma corretora com baixo custo de corretagem, para gastar pouco dinheiro em corretagem.

Venda sempre abaixo de 20 mil reais por mês, para assim ficar isento do imposto de renda.




 

3º Cenário: Mercado de ações em baixa (crise forte)

 

Neste cenário de baixa, o investidor deverá aumentar gradualmente a sua posição em ações, até ficar com 75% em ações e 25% em renda fixa.

Ele aconselha a fazer isso, no cenário de baixa as ações ficam com o preço abaixo do seu valor intrínseco, com uma boa margem de segurança. 

Neste cenário, para quem tem mentalidade de longo prazo, é bastante seguro investir. Uma vez que, ao fim de alguns meses ou anos, as ações tendem a voltar a subir até ao seu valor intrínseco. Assim sendo, é possível ter grandes rentabilidades no longo prazo.

No ciclo de baixa, o dinheiro dos aportes deve ir para comprar ações. Uma vez que, existem muitas boas ações com o preço abaixo do seu valor intrínseco.

Foi isso, que aconteceu depois do crash de 2008 em que ações foram negociadas com preços muito baixos. Seria bom ter comprado uma grande quantidade de ações, nessa época a preços baixos. Ficando com 75% em ações e 25% em renda fixa.

Deve-se manter sempre uma percentagem de renda fixa de 25%, por dois motivos:

  • As ações podem sempre cair mais, assim sendo, é bom ter sempre um dinheiro guardado para comprar mais ações.
  • Enquanto as ações não se recuperam, é um bom ter um dinheiro em renda fixa, para passar essa fase, sem precisar de vender ações na baixa.






Resumo:  Estratégia de Gerenciamento da carteira  de Benjamin Graham

 

  • Escolha boas empresas, bem administradas, com bom histórico de lucro, boas margens, boa rentabilidade,  boa geração de caixa, baixa divida.
  • Comece a sua carteira de ações com 50% em ações e 50% em renda fixa.
  • Se o mercado tiver de lado, aporte um mês em ações outro mês em renda fixa, para manter a proporção de 50% em ações e 50% em renda fixa.
  • Se o mercado tiver em alta, vá vendendo suas ações gradativamente, realizando o lucro, até chegar em 25% em ações e 75% em renda fixa.
  • Se o mercado tiver em baixa, vá comprar ações gradativamente  até chegar em 75% em ações e 25% em renda fixa.


Você gostou dessa estratégia?

Deixa um comentário, quero saber sua opinião

Compartilha com os amigos no WhatsApp e Facebook
(só usar os botões embaixo para compartilhar)
 

Aviso: Este blog é um lugar onde eu partilho a minha opinião e minha visão do mercado financeiro, os exemplos que aqui expostos são apenas didáticos e ilustrativos, este blog não recomenda ninguém a comprar/vender/manter Ações, Fundos Imobiliários, ou qualquer outro produto financeiro, a decisão e a responsabilidade do investimento é sua, deverá estudar e aprender máximo de educação financeira e investimentos para fazer boas escolhas. 



Blog Widget by LinkWithin

10 comentários:

  1. Uma ótima estratégia para o mercado Americano. Brasil ter 75% em ações tem que ter estômago de aço !

    ResponderExcluir
  2. Olá AA40, obrigado pelo comentário.

    É verdade. Para ter 75% em ações, o investidor tem de ter mentalidade forte e estar preparado para grandes oscilações no patrimônio.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  3. Olá Hudson Figueiredo, obrigado pelo comentário.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto DIL,

    Realmente é preciso ter muito controle emocional pra ter 75% da carteira em ações. Apesar que existe estratégias para ganhar dinheiro na baixa (long & short). Mas para o investidor individual o custos destas estratégias acaba sendo proibitivo.

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
  5. Olá Aportador Financeiro, obrigado pelo comentário.

    Concordo com você. É preciso ser forte emocionalmente para ter 75% da carteira em ações.

    Em relação ao Long & Short pode ganhar tanto na alta como na baixa. Uma vez que é uma estrategia neutra, tanto é que o índice de comparação é o CDI e não o Ibovespa.

    Verdade, para o investidor individual o custo e também a dificuldade dessa estrategia é complicado.

    Para ganhar com a queda, existe o operar "vendido", que é o tomador no aluguel de ações, mas isso é uma estrategia de alto risco.

    A maioria dos investidores de Buy and Hold e de Value Investing não faz isso, preferem jogar a favor do tempo. Comprando ações abaixo do seu valor intrínseco e esperar se valorizar ao longo do tempo.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  6. Amigo, preciso tirar uma duvida!! Vamos supor que um imóvel custe 300 mil, para pagamento á vista sera que ofereço 250 mil? obrigado

    ResponderExcluir
  7. A estratégia é realmente infalível, resumindo: compre barato e venda caro, depois repita o processo. Só há dois probleminhas: acertar o fundo e depois acertar o topo. Mas alguém há de conseguir ainda.

    ResponderExcluir
  8. Olá, obrigado pelo comentário.

    Como não conheço os detalhes, fica mais difícil. No entanto, acredito que você pode oferecer 250 mil pelo imóvel a vista. Se ele não aceitar, acredito que podem fechar no meio 270 a 280 mil. Afinal, quando se paga a vista, é normal ter 10% de desconto. É apenas minha opinião, não é uma recomendação.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  9. Olá, obrigado pelo comentário.

    A vantagem da alocação de ativos é essa mesmo, você não precisa de acertar o topo e o fundo.

    Pelo seguinte motivo, quando a bolsa sobe, automaticamente sua percentagem da carteira em ações sobe, é só vender uma parte para rebalancear a carteira.

    Quando a bolsa desce, automaticamente sua percentagem da carteira em ações desce, é só comprar ações para rebalancear a carteira.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...