Carteira de Value Investing: Como fazer investimento em Valor! - Dinheiro, Investimento e Lazer

Organize seu Dinheiro, Aprenda a fazer Investimentos Inteligentes e tenha o Lazer dos seus Sonhos

quarta-feira, 15 de abril de 2020

Carteira de Value Investing: Como fazer investimento em Valor!

Descubra que ações que comprei para a carteira de Value Investing com o caixa acumulado dos aportes e das vendas. Qual foi a rentabilidade de Março de 2020


Nota: As ações aqui faladas, são apenas exemplos didáticos, não representam indicação de compra/ venda/ manutenção!  

No dia 20 de Julho de 2018 criei uma carteira de ações de Value Investing baseada no livro o Investidor Inteligente de Benjamin Graham.  Irei acompanhar todos os meses, para ver qual foi o resultado no longo prazo!




Carteira de Value Investing - Fechamento de Março 2020



  • Começamos nossa carteira com 99.950,56 reais, já aportamos 35.951,66 em ações, mais 2015,43 reias num investimento que acompanhe o CDI (Fundo DI, CDB liquidez diária ou Tesouro Selic), ou seja,  investimos no total  137.917,65 reais.


  • Atualmente com a rentabilidade que tivemos e os dividendos recebidos estamos com 164.029,88 reais.

  • A rentabilidade no período com os dividendos foi de 18,93%, bem acima do Ibovespa que teve no período -7,07% de rentabilidade.



Carteira de Value Investing - Gráfico Rentabilidade


  • Atualmente a carteira está com uma rentabilidade de 18,93%, bem acima do Ibovespa que é de -7,07%.


Carteira de Value Investing - Gráfico Evolução Patrimonial


  • Dinheiro investido na carteira é de 137.917,65 reais, atualmente a carteira está com um patrimônio de 164.029,88 reais.

Carteira de Value Investing - Composição da Carteira  Março 2020



  • Composição da Carteira neste momento está em 89% em Ações e 11% num investimento com liquidez diária que renda perto do CDI (Fundo DI, CDB liquidez diária ou Tesouro Selic).


Carteira de Value Investing - Valorização acumulada até Março 2020



Os destaques pela positiva foram:
  1. EZTC3      +104,69%
  2. SULA11    +55,40%
  3. ALUP11     +44,32%


Os destaques pela negativa foram: 
  1. FESA4       -25,33%
  2. BRSR6      -22,28%







Carteira de Value Investing - Dividendos Acumulados até Março 2020




Os destaques no pagamento de dividendos foram:

  1. TAEE11     14,57%
  2. SAPR4      14,48%
  3. FESA4      12,98%




Carteira de Value Investing - Compras e Vendas Março de 2020








O aporte teórico deste mês de 2000 reais foi feito para comprar 275 ações de SHUL4 com o preço de 7,26 reais, com isso a minha posição em ações da SHUL4 aumentou de 485 ações para 760 ações e meu preço médio desceu de 8,24 reais para 7,89 reais. 

Usei parte do dinheiro do caixa para comprar 397 ações de BEES3 com o preço de 5,03 reais, com isso a minha posição em ações da BEES3 aumentou de 711 ações para 1108 ações e meu preço médio desceu 5,62 reais para 5,41 reais.

Usei parte do dinheiro do caixa para comprar 302 ações de ABCB4 com o preço de 13,24 reais, com isso a minha posição em ações da ABCB4 aumentou de 631 ações para 933 ações e meu preço médio desceu de 15,84 reais para 15,00 reais.

Usei parte do dinheiro do caixa para comprar 215 ações de BBAS3 com o preço de 27,89 reais, com isso a minha posição em ações da BBAS3 aumentou de 152 ações para 367 ações e meu preço médio desceu de 33,00 reais para 30,01 reais.

Usei parte do dinheiro do caixa para comprar 308 ações de FESA4 com o preço de 12,97 reais, com isso a minha posição em ações da FESA4 aumentou de 842 ações para 1150 ações e meu preço médio desceu de 18,98 reais para 17,37 reais.

Usei parte do dinheiro do caixa para comprar 1247 ações de SAPR4 com o preço de 4,81 reais, com isso a minha posição em ações da SAPR4 aumentou de 598 ações para 1845 ações e meu preço médio desceu de 8,79 reais para 6,10 reais.

Usei parte do dinheiro do caixa para comprar 245 ações de ENBR3 com o preço de 16,28 reais, com isso a minha posição em ações da ENBR3 aumentou de 211 ações para 456 ações e meu preço médio desceu de 18,90 reais para 17,49 reais.

Usei parte do dinheiro do caixa para comprar 502 ações de BRSR6 com o preço de 11,93 reais, com isso a minha posição em ações da BRSR6 aumentou de 278 ações para 780 ações e meu preço médio desceu de 21,53 reais para 15,35 reais.







Conclusão


A carteira de Value Investing está com uma rentabilidade muito melhor que o Ibovespa está com 18,93% contra -7,07% do Ibovespa, ou seja, uma diferença de 26% em relação ao seu referencial. 

Apesar da grande queda de valorização da carteira, fiquei muito tranquilo uma vez que tinha uma grande reserva de liquidez para comprar excelentes empresas a preços baixos.

O Value Investing funciona da seguinte forma você compra empresas boas e baratas, depois vai vendendo aos poucos a medida que elas ficam caras para ter reserva de liquidez para comprar quando elas voltam a ficar baratas nas quedas da bolsa. 

Eu foi fazendo isso, a medida que a bolsa ficou cara, foi vendendo parte da carteira de value investing, aos poucos, sem me desfazer totalmente de nenhuma posição, sempre abaixo de 20 mil reais por mês, pela isenção de imposto de renda, agora que a bolsa caiu usei o dinheiro para comprar mais barato. 

FIz isso com muitas ações, por exemplo com o Banco do Brasil, vendi 151 ações por 42,75 reais ganhando 6455,25 reais agora este mês com esse dinheiro, ainda subrou um pouco comprei 215 ações do Banco do Brasil por 27,89 reais, gastando 5996,35 reais.

Além disso, já vinha a vários meses, fazendo os aportes em reserva de liquidez par aumentar o caixa, para uma futura crise. 

Quando a crise veio já estava com 23% reserva de liquidez (reserva de oportunidades) e 77% em ações.

Com a queda das ações essa reserva passou ainda ter um percentual maior. Como a bolsa esta muito barata comprei muitas ações com essa reserva de liquidez e actualmente tenho 11% em reserva de liquidez e 89% em ações.

Se o mercado continuar barato devo seguir comprando ações aos poucos, sem gastar a reserva de liquidez de uma vez.

O balanceamento da carteira é importante par gerir o risco, uma grande vantagem é poder vender até 20 mil por mês sem pagar imposto. 

O Valuation ajuda bastante a gerir o risco, até valuation mais simples de indicadores, comparando em relação as outras empresas do setor e principalmente aos valores históricos. 




Nota: Este blog é um lugar onde eu partilho a minha opinião e minha visão do mercado financeiro, os exemplos que aqui expostos são apenas didáticos e ilustrativos, este blog não recomenda ninguém a comprar/vender/manter Ações, Fundos Imobiliários, ou qualquer outro produto financeiro, a decisão e a responsabilidade do investimento é sua, deverá estudar e aprender máximo de educação financeira e investimentos para fazer boas escolhas.

 

Compartilha no WhatsApp ou Facebook, mostre o blog para um amigo!


5 comentários:

  1. E aí DIL, tava olhando essa série. Ficou bem legal e vc tá de parabens, mandou bem. Entendi como vc selecionou as acoes, mas nao como vc define quais vai vender. É pelos indicadores que pioraram ou porque cresceu demais, ultrapassou um certo percentual ? Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado pelo comentário.

      Fico muito feliz esteja gostando da serie de posts da carteira de Value Investing.

      A venda acontece de duas formas, a primeira é se a empresa perde fundamentos ou os seus fundamentos se deterioram.

      A segunda forma é se a empresa fica com um Valuation esticado, gosto de vender aos poucos, para ir realizando lucro aos poucos, em pequenos parcelas abaixo de 20 mil por mês por causa da isenção de IR, sempre quando tiver lucro muito grande que compensem vender uma parte.

      Tem mais a valer

      Tem mais haver com o valuation dela esticado e a percentagem de lucro actual, não tanto com o percentual na carteira, sempre vendo aos poucos.

      Abraço e bons investimentos.

      Excluir
    2. O que vc chama de valuation esticado é o P/VPA acima de 1,5 ou P/L maior que algum parametro ?

      Excluir
    3. Olá, obrigado pelo comentário.

      Nas empresas cíclicas como o seu lucro varia muito prefiro olhar o P/PVA histórico, nas empresas não cíclicas com lucro previsível dá para olhar o P/L.

      Vou dar aqui alguns exemplos práticos para ficar mais fácil.

      A EZTC3 de 2018 a 2011 variou o P/VPA entre 0,78 e 2,53, então quando o seu P/VPA abaixo de 1,5 está barato, e quando chega acima de 2 fica caro e dá para vender um pouco. Mas sempre valores dependem de ação para ação, caso a caso, depende do seu histórico de valores.

      Já o Itau tem variado o seu P/L de 2011 a 2018 entre 6,98 e 17,32 ou seja quando o P/L está abaixo de 10 fica barato e quando fica acima de umas 13 de P/L começa a ficar com um valuation mais esticado dá para começar a vender um pouco.

      Poderá ver o P/L histórico e o P/VPA histórico nos sites pense rico e ocean14.

      Tem de ver os indicadores históricos de preço caso a caso. Uma das maneiras e de fazer um valuation historico de cada ação para saber quando tem chances de estar um pouco esticada.

      Espero ter ajudado.

      Abraço.

      Excluir
    4. Obrigado pelos exemplos de parâmetros de venda dados acima. Ainda tenho essa falha/deficiência de vender quando estão com valor alto. Passei muita raiva com algumas ações que estava carregando (e não pagavam dividendos, como HAPV, LREN) e poderia ter vendido com alguma valorização e recomprado agora, como vc fez com BBAS. Enfim, lendo e aprendendo. Vlw

      Excluir